Ultimas postagens :
Qual vereador merece ser seguir legislando?
Adilton Ribeiro
Dra. Rita
Sampaio
Luizinho da Ilha
Dr. Thiago
Profª Dita
Gracinha
Carlinhos
Valdir/Guarubela/Nagib*
Votar
resultado parcial...

    Nós podemos julgar os novos "vândalos" dos movimentos?

    Fica evidente à todos como houve sim uma alteração de direção e posicionamento dos manifestantes nas ruas das principais capitais do país.Porém, não se enganem: elas não perderam objetivos.Pelo contrário, apenas se alteraram para outros problemas.

    O MPL (Movimento Passe Livre) foi quem deu o real ponta pé a todos os protestos e manifestações.Com um foco direcionado a revindicações no setor do transporte publico, os organizadores conseguiram colocar milhares de pessoas às ruas e iniciarem, o que hoje, já se transmutou para outras diferentes causas. (mas não menos importantes).

    Com todas as alterações de princípios e objetivos dos manifestantes nas ruas, só quero salientar a participação da "Black Blocs" como, de certa forma, atual liderança nas ruas.

    Para quem não conhece e nunca ouviu falar, a Black Blocs é um certo tipo de movimento radical social que prega a ideologia anarquista.
    Para quem se lembra dos primeiros manifestos organizados pelo Movimento Passe Livre, a violência e a depredação eram atitudes que não deveriam ser aceitas no geral de quem estava nas ruas.Hoje, é visível como se tornou diferente este pensamento.

    "Após invasão de Black Blocs, passeata termina com 13 bancos depredados"
    (Estadão, 27/7/2013)

    Essa notícia do Estadão mostra bem como agem os manifestantes do movimento Black Blocs. O enfase que deve ser feito não é no "DEPREDAÇÃO" e sim no "DEPREDAÇÃO AOS BANCOS", pois essa é uma atitude que se prega na ideologia Anarquista.
    Logo, volto ao título:
    "Nós podemos julgar os novos "vândalos" dos movimentos?"

    Em contrapartida, acho um erro generalizarmos o movimento como um só.
    O que o Estadão fez -na minha concepção- foi correto. Não julgou o movimento em geral e ainda citou a presença dos Blacks Blocs como possíveis responsáveis dos atos vandalistas.
    Quebrar bancos -para a ideologia anarquista- não representa a depredação.Pelo contrário.

    Para quem não faz a mínima noção do que é a ideologia anarquista, vou dar um breve resumo: quebram ícones capitalistas e tudo o que controla o povo, como por exemplo governo/estado.
    No caso da notícia, o banco é sem duvidas um ícone capitalista e repressor do povo...muitas vezes financiado até mesmo pelo Estado.Logo, seguindo a ideologia anarquista, merece SIM ser depredado e derrubado.

    Em geral -para dar uma resposta ao título - eu não vejo o porquê de irmos contra ao movimento pregado pelos manifestantes que seguem uma certa ideologia.Afinal, assim como você (que provavelmente tem sua opinião sobre todos esses movimentos e ideologias do que é certo e o que é errado), eles também estão nas ruas lutando por um país melhor (embora fora do contexto atual, já que eles são contrários ao Estado/capitalismo), mas estão lá.

    Logo, não se deixem levar por falsas notícias de que o povo na rua é quem está depredando ou de que os Black Blocs são 'bandidos' por serem 'depredadores'. São apenas pessoas seguindo princípios de sua ideologia e lutando pelos mesmo objetivo que o da maioria: melhorar o país.

    "Os bandidos de verdade estão de terno e gravata tomando champanhe a esta hora e nem aí com meras janelas quebradas."

    Falta de profissionalismo e organização pode acabar com um dos maiores eventos turísticos de Ilhabela

    No dia 30 de Junho, pelo seu perfil pessoal no Facebook, o prefeito Antonio Colucci declarou a seguinte frase:
    "Talvez este tenha sido o ultimo ano do XTerra em nossa cidade."
    Como justificativa, o prefeito escreveu que o Instituo Florestal (um dos órgãos que licencia e protege o uso do solo florestal)  haveria cobrado uma multa de R$7 mil reais à organização do evento do X-TERRA.
    "Acreditem o Instituto Florestal cobrou mais de 7mil reais da organização da prova, o que inviabiliza a Etapa Mundial, pela prova de 80km que passa pelo Bonete e por Castelhanos.
    Sem justificar os porquês dessa multa, ele ainda prosseguiu:
    "Essa criançada pode nao ter a oportunidade de participar dessa festa, quando adultos forem.Palavras indignadas do organizador e atleta Bernardo."

    O que o prefeito esqueceu de comentar
    Segundo a gestora do Parque Estadual, Joana Fava, a organização do evento XTerra agiu com uma grande falta de profissionalismo e, desrespeitando o próprio parque, não se organizou a tempo de apresentar uma proposta real do uso do parque em suas atividades durante o evento.Entregando, por exemplo, o Plano de Contingencia um dia antes do evento ser iniciado.
    "Eles nunca cumprem direito com os condicionantes e, mesmo assim, o Parque acaba sempre autorizando o evento pois sabemos que ele é muito importante e traz muita movimentação aqui para Ilhabela"
     Essa falta de organização da equipe do XTerra, acabou por atrasar e pressionar todos os órgãos responsáveis, tanto pelo uso das áreas do Parque, quanto da própria organização do evento, que se cancelado de ultima hora, seria um grande prejuízo para a imagem do evento e da cidade.

    Para os próximos eventos
    Em conversa com o secretario de turismo, Harry Finger, o Parque diz que será criado um protocolo para que, quem venha a fazer eventos em Ilhabela, utilizando-se de áreas preservadas e protegidas, já tenha de fácil acesso os contatos e o nome dos órgãos competentes que devem ser sempre acionados.

    Jogadores improvisam falta de iluminação no Campo de Aviação utilizando faróis de carros e motos

    Jogadores improvisam iluminação utilizando-se de carros e motos
    A fotografia acima foi registrada e publicada ontem por um dos jogadores que frequenta o campo de areia do Campo de Aviação.Segundo ele, os jogadores já estão há mais de 3 meses aguardando a tão prometida inauguração da iluminação na quadra.

    Na época, os próprios jogadores foram atrás do jornal Imprensa Livre e pediram que fosse feita uma publicação sobre o estado que se encontrava a quadra.
    "Com o jornal, a prefeitura ficou pressionada e nos prometeu a volta da iluminação em um mês.Mas até hoje, nada foi feito." 
    Além da falta de iluminação os jogadores também reclamaram da areia que foi colocada no campo, como uma "resposta" de serviço da Prefeitura/Secretaria de Esportes aos jogadores.
    Passaram lá e jogaram dois caminhões com uma areia mesclada com pedras, o que piorou ainda mais o estado do campo e também acaba sempre cortando o pé de todo mundo.
    "O campo não é mais de areia..agora ele parece ser todo de vidro"
    Pelo que fiquei sabendo, a Prefeitura diz que faz uma vistoria mensal em todos os campos da cidade.Será que é verídico? Aonde estão os secretários e vereadores?

    Para finalizar veja o que me relatou um dos jogadores: 

    "Quando colocaram no jornal, oos caras foram la e tiraram toda a areia ...depois sumiram e abandonaram o campo, deixando-o só na terra dura."

    Colucci, não se ofenda mas Ilhabela não está à venda!


    Enquanto os milhares de velejadores aguardavam ansiosamente a abertura do maior evento náutico da América Latina, o prefeito da cidade,Antonio Colucci, se perguntava com fogo nos olhos: "E agora?".


    Cercado por policiais e seguranças, o prefeito e outras autoridades publicas, se esquivavam de gritos e cantos apenas abrindo um sorriso no rosto e cruzando os braços, como se nada estivesse acontecendo.
    Após agradecer os gritos de  "Uh é coronel", o prefeito passou cerca de trinta minutos parado e nos observando.Quando finalmente tomaram coragem para fazer alguma coisa, o diretor de Comunicação da Prefeitura, Gustave Gama, tentou falar ao microfone mas também foi vaiado e teve a voz abafada pelos grito e assovios dos protestantes.


    Imitando o LINDO vexame que a presidente Dilma passou ao discursar na Copa das Confederações, o prefeito não pôde enrolar a população com os mesmos papinhos de sempre, pois o povo indignado falou mais alto que qualquer alteração de volume que o técnico de som poderia fazer.
    E ao som de vaias e chingos ele somente disse: "Está aberta a Semana Internacional de Vela de Ilhabela.Obrigado."

    Ao deixar o palco tristinho por não conseguir discursar, o prefeito seguiu, de certa forma, apoiando o manifesto e por conta própria deu uma volta INTEIRA no centro da cidade, com 150 pessoas atrás gritando:
    "Colucci, não se ofenda!Mas Ilhabela não está à venda!" 
    Eu sigo me imaginando o que se passava na cabeça do prefeito ao fazer isso.Só aumentou o vexame que ele  estava passando na frente dos milhares de turistas que vieram a competir ou passear na semana da vela.

    E depois dessa humilhante volta semi-olímpica no centro da cidade, o prefeito se retirou escoltado da Polícia Militar e parte dos manifestantes se sentaram na unica entrada/saída do centro.
    E para finalizar com chave de ouro, parte do povo voltou para o palco e, pacificamente, se manifestou durante a passagem de som do cantor Kiko Zambianchi.

    re-(des), não!

    ...reforma sem o povo não



    Uma reformulação constitucional preparada dentro do Senado, construirá mais do mesmo.
    Uma constituinte não é um acordo particular para regalias descabidas em um país de população judiada pelo não acesso. Esse tipo de constituinte NUNCA vou apoiar!
    Apoiarei aquilo que beneficia o povo e receba sua legítima assinatura. As manifestações não são ataques a indivíduos, são devolutivas regurgitadas pela dor que o mau gerenciamento causou em nossa sociedade.
    Quando me vi junto àqueles jovens, fui preenchido por uma energia inquieta, a mesma que sempre perambulou minha mente. Incrível! Estamos nos representando, sendo, de fato, representados! E quem não a aceita, existem outros trens. Boa viagem de mesma paisagem. Eu vou em busca do novo (que em minha concepção) possui uma visão mais clara.

    -
    Fabricio Bueno é colunista do site Política & Cia e professor de Sociologia e Geografia em colégio público e privado na cidade de Ilhabela.
     
    Política & Cia : Copyright © 2013. Política & Cia - O portal de notícias políticas em Ilhabela - All Rights Reserved