Ultimas postagens :
Home » , » Curtas da Sessão - De Bicicletas ao Rugby e passando também pela Mafia

Curtas da Sessão - De Bicicletas ao Rugby e passando também pela Mafia

Written By PortoNão on quarta-feira, 10 de abril de 2013 | 11:54

Aproveito este post para dizer que estarei escrevendo alguns dos principais requerimentos lidos e votados pela casa Legisladora, no bloco chamado "Curtas da Sessão". Acompanhem!


Vindo do poder executivo
O projeto de Lei 008/2013, que institui o Fundo Municipal de Manutenção do Corpo de Bombeiros de Ilhabela, foi votado e aprovado pelos vereadores por unanimidade, nesta ultima terça-feira, 9 de Abril.
Basicamente, "é uma lei que criará um fundo de capital à equipe de bombeiros, tornando-os independentes quando o assunto for necessidade de otimizar, ou melhorar algum equipamento técnico, sem a necessidade de se estar correndo atrás do executivo possuir o valor necessário disso", explicou o vereador Luiz Paladino.Além disso, o vereador ainda utilizou a tribuna para parabenizar o prefeito, Antonio Colucci, que há quatro anos instituiu o o corpo de bombeiros em Ilhabela e o serviço da SAMU(serviço de pronto atendimento)

Vindo do poder Legislativo
O projeto de Lei, 009/2013, de autoria do vereador Carlos Alberto de Oliveira Pinto (Carlinhos – PMDB)  dispõe sobre a obrigatoriedade de inserção de um intérprete de Libras (Linguagem de Sinais) nos eventos públicos do município.
O projeto de lei foi retirado pelo próprio Carlinhos, porque houve parecer da procuradoria Jurídica da CMI indicando que o projeto poderia ser vetado pelo Prefeito por vicio de iniciativa.Portanto, acabou por transformar o projeto em indicação para que o próprio poder executivo entre com um novo projeto, sanando esse vicio apontado pela procuradoria.


O projeto de Lei 010/2013, que institui a bicicleta como modal de transporte regular no município, de autoria do vereador, Luiz Paladino (PC do B) foi falado novamente em votação ao visto feito pelo vereador Valdir e mais uma vez não foi bem aprovado pelos vereadores do Legislativo.
Ao discurso de ser brasileiro e não desistir nunca, o autor do projeto Luiz Paladino lamenta a reprovação do projeto e diz que seguirá de qualquer modo instituir este projeto de Lei como realidade o mais rápido impossível.
A vereadora Dita justificou seu voto e elogiou o autor do projeto pela sua coragem e determinação, mas diz que não será possível aprovar um projeto desses pelo pouco que ele prevê (basicamente seria direcionado à turistas que passearão pelo centro e região) e também pelo fato de muitas ciclovias ainda não terem sido finalizadas, o que não permite um bom funcionamento das mesmas por enquanto.
(Concordo com ela)

Na Tribuna do Rugby
A equipe de Rugby do município, representada pela presidenta Djane Vitoriano, apresentou seu projeto social de desenvolvimento em nossa cidade.
Buscando um apoio maior da prefeitura e de comércios locais, o Ilhabela Rugby Clube está cada vez mais trazendo títulos e levando o nome da cidade para fora do município, estado, e até mesmo, país.
Com mais de cinco atletas selecionados, o Clube pretende se tornar cada vez maior e poder concentrar a união e determinação trazendo mais e mais jovens e adultos aos treinos e apresentando um dos principais valores do rugby: a união com os companheiros, fora e dentro de campo.
Parabéns Ilhabela Rugby, todo o merecimento é pouco para uma equipe que há mais de dez anos vem crescendo surpreendentemente com o pouco apoio que vocês possuem!

A Máfia
Aproveitando a fala, o vereador Dr.Thiago apresentou uma denuncia contra a Mafia que ocorre quando um veículo é apreendido com o motorista sem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação).
O vereador diz que pessoas foram pegas sem habilitação e o carro foi detido em um pátio e esteve preso no mínimo por 7 dias, sendo que no quinto dia, já se começa a ser cobrado uma multa pela estadia no pátio.

"Legalmente, se você é pego sem habilitação, basta chamar alguém com habilitação para levar o carro - ele não precisa ser apreendido. Mas aqui, mesmo quando era chamado alguém com habilitação, o carro era apreendido e os documentos para liberação ficavam perdidos na "burrocracia" durante uma semana, o que obrigava o cara a pagar a estadia - e o pátio é gerenciado por uma empresa, não pelo Estado.Por esse motivo é que está na cara que é um esquema, provavelmente entre a PM e o dono do pátio"
Relatou um munícipe exclusivamente ao blog.




Share this post :
 
Política & Cia : Copyright © 2013. Política & Cia - O portal de notícias políticas em Ilhabela - All Rights Reserved