Ultimas postagens :
Home » » ♥

Written By Kim Axel Borgström on terça-feira, 7 de outubro de 2008 | 14:03

Não teria como me 'despedir' de você sem ao menos deixar você saber que isso é o que eu menos quero.E desculpa por isso; talvez saber disso possa ser o que você menos quer.
Mas não é de hoje.Sempre me fechei quando o assunto era me abrir.Com todos.

Eu queria agora poder te abraçar e te dar um beijo.Não o mesmo beijo que eu te dei na testa quando a gente se despediu na rua da praia...mas sim o beijo chapado e desconhecido do parquinho da Vila..o primeiro de muitos que eu nunca queria deixar de te dar.
Sem saber direito o que estava acontecendo e quem eramos nós, criamos um sentimento muito rápido pra ser terminado assim; de uma hora à outra.
No primeiro dia, a loucura e a sensação de não saber o rumo que seria tomado a partir dali, já me prenderam.No segundo, só pelo facebook e whatsapp já me joguei com tudo: a saudade e a vontade de te ver eram absurdas.

O tempo só passou e cada dia eu não tinha mais o que descrever sobre o que estava acontecendo.Literalmente cego e apaixonado eu só precisava te ter e nada mais.Quando os problemas começaram a surgir eu, ainda cego, só me via apaixonado: só precisava viver pra te ver e assim por diante.Nada mais.

Eis que o arrependimento surge quando a gente valoriza o que perdeu e, hoje, sem duvida alguma, eu poderia declarar meu amor pra qualquer pessoa, que não se compararia ao amor que se criou e, de certa forma, sempre se permanecerá intacto em mim.

Eu não sei o que fazer agora, porque o orgulho e o medo de pedir a sua volta e não sair bem sucedido, sempre é muito maior do que a coragem de dizer e arriscar perder tudo mais uma vez; mas eu amo você e não consigo admitir ainda que acabou assim.

Enfim, sei que talvez tenha sido o único culpado por tudo o que aconteceu entre a gente, mas não foi por mal..até porque, se soubesse que acabaria assim, faria de tudo pra não cometer sempre os mesmos erros bestas.Mas não se entristeça se o seu sentimento não for como o meu...só te escrevo isso porque quero que você saiba o que eu sinto, antes de eu aceitar o fato de não te ter mais como 'minha princesa'...

"Sempre que der
Mande um sinal de vida de onde estiver dessa vez
Qualquer coisa que faça eu pensar que você está bem
Ou deitada nos braços de um outro qualquer que é melhor
Do que sofrer
De saudade de mim como eu to de você, pode crer
Que essa dor eu não quero pra ninguém no mundo
Imagina só pra você"

Me desculpa se te decepcionei e não fui quem você imaginou ser.
Share this post :
 
Política & Cia : Copyright © 2013. Política & Cia - O portal de notícias políticas em Ilhabela - All Rights Reserved